Falsificação de peças de carro é risco

Falsificação de peças de carro é risco

A falsificação de peças é grande no setor automotivo. E esse é um assunto que interessa para proprietários de oficinas e motoristas.

Essa decisão não apenas pode levar a danos maiores no carro, levando a um custo de reparo ainda maior que o original, mas também colocar a vida de motorista, passageiros e pedestres em risco.

Lembre-se ainda, que geralmente, peças originais, normalmente, possuem tempo de garantia bem mais extenso.

Como evitar o uso de peças falsificadas em seu carro

– Procure oficinas indicadas por pessoas de confiança e pesquise se há queixas nos portais de defesa do consumidor.
– Caso decida comprar você mesmo a peça, desconfie de marcas cujo preço está muito abaixo das concorrentes.
– Antes de iniciar o serviço exija do reparador orçamento discriminando mão de obra e a lista dos componentes que serão repostos.
– No final do processo peça a nota fiscal de todas as peças trocadas e a garantia do serviço por escrito.

Fonte: Revista AutoEsporte

Proprietários de oficinas

Se você é proprietário de uma oficina, precisa estar atentos a esses detalhes para garantir a boa qualidade do serviço prestado.

Além disso, você pode ser responsabilizado judicialmente por utilizar peças falsas nos carros de clientes. Separamos algumas dicas para você:

1- Verifique bem as características das peças, veja se existem rebarbas ou outras imperfeições no acabamento, falhas de impressão e marcas de adulteração.

2- Dê atenção à embalagem, que precisa ser adequada para acomodar cada tipo de peça e ainda não apresentar sinais de violação.

3- Verifique o número de série na superfície da peça.

4- Desconfie de preços muito abaixo do normal.

5- Procure um vendedor de confiança

Para sua oficina: Peças originais Volkswagen

A Mercantil oferece o VEP (Vendas Externa de Peças). Esse programa permite a oficinas adquirir peças e acessórios originais Volkswagen de forma dinâmica e prática. Dessa forma, fortalecemos nossas parcerias e compartilhamos os treinamentos e todo o material de apoio possível.

Onde comprar?

Em nossa loja física, em Atibaia
Na nossa loja na OLX
Na nossa loja no Mercado Livre

Dúvidas:

Fale conosco por whatsapp: 95784-6057

Os 10 componentes mais falsificados e pirateados do setor automotivo

1. Vidros
2. Lâmpadas
3. Velas
4. Rolamentos
5. Bronzinas
6. Anéis de pistão
7. Retentores
8. Amortecedores
9. Filtros de óleo
10. Rodas automotivas

Fonte: ABCF/ Revista AutoEsporte


Leia mais sobre o assunto:

Revista Autoesporte: Cuidado com peças falsificadas
Chiptronic: 5 dicas para identificar peças automotivas falsas
AutoEsporte: Peças falsificadas podem causar prejuízo e colocar vidas em risco
Revista Encontro: Entenda porque é perigoso comprar peça automotiva que não seja genuína

 


Conheça toda a inovação do novo Golf

Golf GTI tem potência elevada para 230 cv

Motor 200 TSI Total Flex passa a 128 cv e vem combinado à

transmissão automática de 6 marchas

Sistema de infotainment ganha tela de 8” em todas as versões

A Volkswagen apresenta novidades para o Golf e sua versão Variant, que passam a contar com mais itens de série, como luzes de uso diurno de LED, sistema de infotainment com tela sensível ao toque de 8 polegadas e App-Connect, câmera traseira para auxílio ao estacionamento e lanternas traseiras de LED.

Com três versões – Comfortline, Highline e GTI –, o Golf passa a contar com transmissão automática de 6 marchas para a versão Comfortline, motor 200 TSI Total Flex (até 128 cv). Com o incremento de potência para o GTI, o motoro entrega 230 cv.

Já o Golf Variant tem versões Comfortline e Highline, ambas com motor 250 TSI Total Flex de 150 cv, combinado à transmissão automática de 6 marchas.

  • Segurança: O alto nível de segurança garantiu ao Golf cinco estrelas na proteção para adultos e crianças nos testes de colisão realizados pelo Latin NCAP.
  • Desenho icônico: para-choques redesenhados e faróis de LED com nova faixa cromada; traseira com nova linguagem e laternas com LED; novas rodas; sensor do Controlador Adaptativo de Distância e Velocidade (ACC) realocado atrás do logotipo Volkswagen.
  • Mais itens de tecnologia: sistema de infotainment Composition Media com tela colorida sensível ao toque de 8 polegadas. O recurso é equipado com o App-Connect, que permite espelhamento de smartphones. O sistema Discover Media, que integra navegador, é item de série para o Golf GTI e oferecido como opcional para as versões Highline.
  • Active Info Display: quadro de instrumentos totalmente digital e programável em uma tela colorida, em que informações de navegação podem ser implementadas em 2D ou 3D. É item de série no Golf GTI.
  • Motor TSI: os motores TSI combinam injeção direta de combustível e turbocompressor, permitindo o downsizing (redução da cilindrada, com excelente desempenho). Todos os motores TSI se destacam por seu baixo consumo de combustível, alta potência (máxima de 116 cv) e elevado torque a partir de baixas rotações. Os números de desempenho e consumo de combustível do Golf Comfortline TSI comprovam as virtudes da tecnologia TSI. O modelo acelera de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 192 km/h, quando abastecido com etanol.
  • Autonomia: com gasolina, percorre 11,4 km/l na cidade e 14,2 km/l na estrada. Com etanol, são 8 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada.

Novo Polo: um carro inovador, seguro e barato de reparar

O Novo Polo representa um novo conceito de automóvel e vai revolucionar o segmento de compactos Premium. É o carro ideal para quem busca muito mais que mobilidade e quer também inovação e alta performance, além de um design exclusivo inspirado em pesquisas com clientes brasileiros.

Por dentro, carro tem personalidade única e é muito conectado. O painel posiciona o sistema de infotainment na linha direta de visão do motorista.

Com garantia de três anos sem limite de quilometragem, está disponível em quatro versões: Polo, Polo MSI, Polo Comfortline 200 TSI e Polo Highline 200 TSI. O modelo chega à Mercantil em novembro, mas você pode ser um dos primeiros a exibí-lo pelas ruas da Atibaia, fazendo sua reserva aqui: https://prevendapolo.vw.com.br/#/home

Dirigibilidade

Ao volante, o motorista vai encontrar a posição ideal de dirigir, com assento de ajuste de altura gradual de série em todas as versões do modelo e o maior campo de regulagem longitudinal do segmento. A partir da versão Comfortline há regulagem de altura e distância do volante. Além disso, o carro tem direção com assistência elétrica, que é mais econômica que a hidráulica. O controle eletrônico da direção possui vários mapeamentos, permitindo a carga adequada para cada situação (como manobras de estacionamento, média e alta velocidades).

 Barato de reparar

 A Volkswagen é a marca com os melhores índices de reparabilidade do País. E o Novo Polo tem o melhor índice geral de reparabilidade entre todos os veículos participantes, com classificação 10, a mesma do up! e do cross up!, de acordo com o ranking Car Group 2017, do CESVI Brasil/MAPFRE. Quanto menor a pontuação (em uma escala que vai de 10 a 60), menor será o tempo e o custo de reparo do veículo. Saiba mais: “Volkswagen Polo tem melhor índice de reparabilidade“.

A gente destaca:

  • É o compacto mais seguro do mercado brasileiro, de acordo com Latin NCAP: “Novo Polo ganha nota máxima em segurança no Latin NCAP; veja o crash test” 
  • Classificação “A” em consumo de combustível no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro. Na versão com motor 1.0 MPI, é capaz de rodar até 12,9 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada, quando abastecido com gasolina. Com etanol, são 8,8 km/l na cidade e 10 km/l na estrada.
  • ISOFIX® e top-tether para fixação de dispositivos de retenção infantis (cadeirinhas)
  • Porta-malas com 300 litros de capacidade.
  • Quatro airbags de série em todas as versões
  • Freios a disco nas quatro rodas de série nas versões TSI
  • ESS (Sinal de Frenagem de Emergência), que funciona como um alerta para evitar colisões traseiras.
  • MSR (Controle do Efeito Freio Motor), sistema que evita o escorregamento das rodas em pisos de baixo atrito devido ao efeito do freio-motor.
  • ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade) nas versões TSI, que reconhece um estágio inicial de uma situação de rodagem crítica. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.
  • Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão, item exclusivo no segmento, que aciona automaticamente os freios do veículo quando ele se envolve em uma batida, para reduzir a energia cinética residual.

Motorização

As versões Comfortline e Highline do Novo Polo estão disponíveis exclusivamente com o motor 200 TSI Total Flex. Equipado com esse motor, acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e atinge velocidade máxima de 192 km/h (dados com etanol).

Com o motor 1.6 MSI, o Novo Polo vai de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e atinge 193 km/h de velocidade máxima (etanol).

Com o Motor 1.0 MPI, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 13 segundos e atinge 170 km/h de velocidade máxima (etanol).


Multa e o condutor do carro não era você? Saiba o que fazer

Para indicar que uma multa não foi cometida por você, mas por alguém que conduzia o seu carro, não é necessário mais enviar cartas ou procurar uma unidade do Detran.SP. Desde o ano passado, a indicação de outro infrator pode ser feita, pelo proprietário do veículo, on-line no site www.detran.sp.gov.br .

O Detran.SP verifica se a assinatura e a imagem da foto que constam na CNH do condutor indicado pelo proprietário correspondem às registradas no sistema de coleta biométrica, realizada em todo cadastro para 1ª habilitação, renovação, mudança e adição de categoria.

Passo a passo

Para fazer a alteração, clique em “Acesse os Serviços Online”, no topo da página www.detran.sp.gov.br, e, depois, em “Indicação de condutor”.

Depois de fazer um rápido cadastro para criar login e senha de uso pessoal, é só digitalizar o formulário de indicação de condutor (por meio de scanner ou foto) e fazer o upload no portal. O dono do veículo deve preencher todos os campos, assinar no local apropriado e coletar a assinatura do motorista infrator.

O envio deve ser feito dentro do prazo informado na notificação, que é, no mínimo, de 15 dias.

Não é possível indicar condutor para infrações de exclusiva responsabilidade do proprietário do veículo, como, licenciamento em atraso, placas ilegíveis e falta de equipamento obrigatório.

 

Fonte: www.detran.sp.gov.br.


Consórcio: conheça opção para trocar de carro

Consórcio é uma forma de adquirir um carro com contribuições mensais dentro de um período de tempo. Todos os meses, a administradora, como o Banco Volkswagen, contempla parte participantes por sorteio ou lance. Entre as vantagens dessa opção de compra, estão: menor burocracia e custo -não há cobrança de juros.

Confira as opções do Consórcio Nacional Volkswagen! E fale conosco por Whatsapp: (11) 95784-3888.

Conheça opções de consórcio

Conheça opções de consórcio

Conheça opções de consórcio

 

Saiba mais sobre consórcio aqui.


Fox 2018 chega mais conectado e equipado

Fox tem novos equipamentos de série, mais recursos de tecnologia. Carro está mais conectado.

A linha 2018 do Fox chega com novos equipamentos de série, mais recursos de tecnologia e ainda mais conectada. Já na versão de entrada, a Trendline, pode vir com o sistema “Composition Touch”, com tela sensível ao toque e que espelha a tela do celular.

Agora, as versões Highline, Pepper e CrossFox ganham como equipamento de série assistente de partida em rampas, controle de estabilidade e câmera traseira de auxílio ao estacionamento.

Outras novidades da linha 2018 são a oferta da roda de liga leve de 16 polegadas com novo visual (estilo “Thor”) para o Fox Highline, e a oferta para todas as versões da cor “Branco Puro” (a mesma do Golf).

Conheça as versões

  • Trendline: nos motores 1.0 (82 cv) e 1.6 (104 cv), sempre com câmbio manual de cinco marchas. Tem como item de série alarme “keyless”, sensores de estacionamento traseiro, vidros elétricos, retrovisores com ajuste elétrico e função “tilt down” para o lado do passageiro, sistema de som “Media Plus”, luzes indicadoras de direção integradas nos retrovisores e maçanetas e retrovisores pintados na cor do veículo. Além de ar-condicionado, direção com assistência elétrica, travamento central das portas com controle remoto na chave, coluna de direção com ajuste em altura e profundidade e também rodas aro 15 polegadas com pneus 195/55 R15 “verdes” (menor resistência ao rolamento).
  • Track: motor 1.0 (82 cv).

    Fox tem mais recursos desde a versão de entrada.

  • Comfortline: motor 1.6 (104 cv), que pode ter transmissão manual ou I-Motion, com trocas de marcha de modo automático. A configuração traz como novidades os sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, rodas de liga leve de 15”, tomada 12V e rede porta-objetos no porta-malas, volante multifuncional com acabamento de couro e sistema de som “Composition Touch” com tela de 6,5 polegadas e APP-Connect.
  • Highline, Pepper e CrossFox: motor 1.6 MSI (120 cv), com câmbio manual de seis marchas ou à transmissão I-Motion. As versões têm também controle eletrônico de estabilidade, sistema de monitoramento da pressão dos pneus (tecnologia exclusiva na categoria), controle de assistência de partida em rampa, luz de conversão estática (cornering light) e câmera traseira apara auxílio em manobras de estacionamento.

O mais conectado do segmento

O Fox 2018 chega ao mercado como o mais conectado do segmento e passa a contar com três opções de centrais multimídia (“Composition Touch”, “Composition Media” e “Discover Media”) com a tecnologia Volkswagen App-Connect. O sistema “Discover Media” também contempla o “MapCare”, que permite a atualização periódica gratuita da base de mapas durante toda a vida do veículo. Praticamente todos os comandos podem ser executados sem a necessidade de o motorista tirar as mãos do volante.

Há, ainda, as teclas de atalho no volante o sistema I-System, que também mostra na tela central no painel de instrumentos as principais operações de rádio, telefonia e navegação exibidas na tela do sistema de infotainment.

Os sistemas de infotainment do Fox 2018 já estão habilitados para operar os mais modernos sistemas de espelhamento: Apple CarPlay, MirrorLink e Android Auto.

 


Golf Variant: carro é a melhor compra de sua categoria

Perua premium da VW é a melhor escolha, segundo pesquisa da revista AutoEsporte

O Golf Variant foi eleito o melhor  “Monovolume e Perua Premium” no guia Qual Comprar, da revista Autoesporte. De acordo com os avaliadores, o Golf Variant “é polivalente: versão perua do Golf alia dinâmica exemplar do hatch com espaço e versatilidade para abrigar toda a família.”

Foram elogiados o motor 1.4 TSI Total Flex (150 cv), “bem casado com a transmissão automática que faz trocas suaves e quase imperceptíveis”, o elevado nível de conforto “inclusive quando se roda em vias irregulares” e a ergonomia perfeita – “não há como se sentir mal ao volante.” O baixo consumo de combustível também foi elogiado, assim como a extensa lista de equipamentos de série.

Linha 2017

O Golf Variant é equipado com o motor 1.4 TSI Total Flex de 150 cv e oferecido em duas versões: Comfortline e Highline. Na duas opções, o motor 1.4 TSI Total Flex é combinado exclusivamente à transmissão automática de 6 velocidades com função Tiptronic (que permite ao motorista efetuar as mudanças manualmente, por meio da alavanca de câmbio ou por aletas no volante).

Abastecido com etanol, o Novo Golf Variant acelera de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos e alcança 207 km/h de velocidade máxima.

Comfortline: custo-benefício com segurança superior

O Golf Variant Comfortline tem foco na relação custo-benefício, já contando de série com equipamentos muito valorizados pelos clientes. Com nota máxima em segurança para adultos e crianças, o modelo Comfortline traz uma série de recursos de segurança, como: sete airbags, cintos de segurança automáticos de três pontos em todos os assentos, controle de tração (ASR), controle de estabilidade (ESC), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS e XDS) distribuição eletrônica de frenagem (EBD), faróis de neblina com luz de conversão estática, sistema Isofix de fixação de cadeirinha de criança com top tether (que permite a fixação da parte superior da cadeirinha) e freios com Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão.

O Golf Variant Comfortline 2017 também traz como equipamento de série o sistema Star/Stop, direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico e função “um toque”, sistema de infotainment “Composition Media” com tela sensível ao toque de 6,5”, travamento central por controle remoto e rodas de liga leve de 16” estilo “Dover” (pneus 205/55 R16), freio de estacionamento com o sistema “Hill Assist”, sensores de aproximação de obstáculos na dianteira e na traseira (“Park Pilot”) e retrovisores externos com ajuste elétrico, aquecíveis, com luz de seta integrada (side blinker) e função “tilt down” complementam a lista de série. Para a linha 2017 há opção de rodas de liga leve de 17” com estilo “Geneva”, com pneus 225/45 R17.

Highline: inovação e requinte

Versão topo de linha, o Golf Variant Highline acrescenta ao conteúdo da versão Comfortline ar-condicionado digital Climatronic (com duas zonas de resfriamento), bancos de couro, lanternas de LED, volante multifuncional com controles do computador de bordo e dos sistemas de som e telefonia, sensores de chuva e de luminosidade com “Coming Leaving & Home”, entre outros.

Opcionalmente, a versão Highline pode ser equipada com faróis de xenônio, rodas de liga leve de 17” diamantadas estilo “Madrid”, sistema de infotainment Discover Pro com tela sensível ao toque de 8’ e a tecnologia Volkswagen App-Connect, capaz de realizar o espelhamento de celular nas plataformas Mirrorlink, Android Auto e Google CarPlay.

Versatilidade em família

Um dos principais destaques do Golf Variant é sua versatilidade. Seu porta-malas comporta 605 litros, o que significa amplo espaço mesmo com cinco ocupantes a bordo. Rebatendo-se os bancos traseiros a capacidade para bagagens aumenta para 1.620 litros.


VW up!: o compacto com menor custo de uso

Novo up! é o carro compacto com menor custo para o motorista

O Volkswagen take up! foi eleito pela segunda vez o hatch compacto de “Menor custo de uso” do Brasil pela revista Quatro Rodas. As despesas mensais com o modelo são R$ 81 menores do que as com o segundo colocado no levantamento da revista.

Para o levantamento a revista utilizou uma tabela de cálculo que engloba critérios comuns ao uso normal do veículo: combustível; manutenção; seguro (perfil homem, casado, 35 anos, sem filho) e documentação (valor integral do IPVA, taxas de primeiro registro, seguro obrigatório e placas). O custo mensal foi obtido com a soma dessas despesas dividida por 12.

As despesas (custo mensal) do take up!

omaram R$ 684 – valor R$ 81 menor do que o obtido para o segundo colocado.

Revisões planejadas

Até o fim de junho, a Mercantil oferece para o up! o pacote de revisões de 36 meses ou 30.000km por R$ 999 – o que representa outra grande economia para o cliente.

Os pacotes são compostos pelos itens verificados e itens substituídos das revisões até 3 anos ou 30.000km, o que ocorrer primeiro, conforme esclarecido no site Volkswagen e no Manual de Manutenção e Garantia do veículo.

O pacote pode ser adquirido no momento da compra do veículo, e o pagamento pode ser à vista ou diluído no financiamento do veículo (quando este for realizado pela Volkswagen Financial Services).

Reparo mais barato

O up! conquistou índice 10 no CAR Group 2017, ranking que avalia o custo e o tempo de reparo dos veículos vendidos no Brasil após uma colisão. Isso torna o novo Volkswagen o melhor automóvel do Brasil no quesito reparabilidade.

O Car Group é realizado pelo CESVI/Mapfre. O índice CAR Group compara veículos de uma mesma categoria quanto à facilidade e ao custo de seu reparo. São realizados testes de impacto de baixa velocidade (15 km/h), com off-set de 40% na dianteira esquerda contra uma barreira rígida a um ângulo de 10°. As mesmas condições são aplicadas para o impacto da traseira direita, de acordo com a Norma Internacional do RCAR (Research Council for Automobile Repairs).

Após cada impacto, é estudada a extensão dos danos e a facilidade do reparo. É feito um cálculo que considera os custos da reparação dianteira e traseira, os tempos de substituição e a cesta básica de peças, gerando assim o índice CAR Group. O índice serve de referência para as seguradoras calcularem os preços dos seguros dos veículos.