Cuidados importantes para quem transporta crianças em carros: o que pode e o que não pode?

Cuidados importantes para quem transporta crianças em carros: o que pode e o que não pode?

O uso dos dispositivos de segurança pode salvar a vida das crianças em caso de acidente.

Créditos da imagem: Pixabay.com

Os pais precisam sempre estar atentos ao transitarem com as crianças no veículo. Não somente para evitar multas, mas para salvaguardar a segurança dos filhos, os usos de dispositivos de segurança adequados são importantes. Não importa se você tem um carro pequeno, como um Volkswagen Fox, por exemplo, é sempre imprescindível que a crianças estejam na cadeirinha de bebê.

Segundo o Denatran, o trânsito está entre as maiores causas de mortes de crianças e adolescentes de 1 a 14 anos, e isso se deve não somente pela imprudência de motoristas como pela falta de adoção das regras vigentes no país.

Para as crianças que utilizam os dispositivos de segurança, como a cadeirinha, cerca de 70% do risco de morte são diminuídos em caso de acidentes. Diante desses dados alarmantes, você sabe quais são os cuidados importantes ao trafegar com crianças no veículo? Você o que é ou não é permitido pela lei? Confira algumas informações importantes sobre o assunto!

Sabe por que a cadeirinha salva a vida do bebê?

Você já pode ter reparado que os país costumam ficar mais desatentos com os filhos quando estão em carros pequenos. Pelo tamanho, talvez, os motoristas acreditem que a criança está mais protegida e não corre o risco de cair ou ser jogada de um lado para o outro. Mas isso é um engano!

Muitos pais ainda acreditam que apenas segurar a criança firme no colo, no banco de trás do carro, já o suficiente para o transporte. Mas de fato isso é um erro grave! Se acontece uma colisão no veículo em que a criança está no colo, a uma velocidade média de 50 km/h, por exemplo, qualquer ocupante do veículo terá seu peso projeto para 50 vezes mais.

A conta é simples, se o seu bebê tem 5kg, em caso de uma colisão, devido impacto da batida, ele será projetado com o peso de 50kg. Quem conseguirá segurar essa criança? Sem contar que o acidente acontece em milésimos de segundos e nem sempre é possível tentar segurar o bebê no colo.

Como funciona o uso da cadeirinha?

Esse dispositivo de segurança é bastante conhecido pelos pais, mas na prática, nem sempre é utilizado e, principalmente, da forma correta. As cadeirinhas devem ser de boa qualidade, como o capacete para os motociclistas, por isso, não esqueça da certificação aprovada pelo INMETRO para garantir a segurança do seu filho.

As crianças de 0 a 7 anos e meio devem ser corretamente posicionadas na cadeirinha, seguindo as especificidades de cada faixa etária. Mas se o seu filho for pequeno, e não atingir cerca de 1.45 metros, não deixe de utilizar o dispositivo, já que o cinto de segurança pode não ser o mais correto para a criança.

Não desrespeite a lei!

O uso da cadeirinha para o transporte de crianças nos veículos virou lei, por esse motivo, caso você ignore as regras estará sujeito a penalidades. A multa para crianças que são transportadas sem o uso correto do dispositivo de segurança é de R$ 293,47 e mais sete pontos na Carteira Nacional de
Habilitação (CNH).

Qual a cadeirinha indicada para a criança?

Para identificar os pais com filhos pequenos, basta olhar para o banco de trás dos carros e verificar as cadeirinhas posicionadas. Carros maiores são mais indicados para famílias, justamente porque as cadeirinhas ocupam bastante espaço no banco do passageiro.

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), são três os tipos de cadeirinhas recomendadas, dependendo da idade e do peso de cada criança.

  1. Bebê conforto: esse dispositivo é indicado para crianças de até 1 ano e com até 10kg. Nesse caso, a maneira correta para instalação é virada para o banco de trás, ou seja, a criança deve estar de costas para o sentido do veículo. Essa recomendação é para a maior proteção da criança em caso de uma colisão frontal.
  2. Cadeirinha: para as crianças com 1 a 4 anos é recomendada a utilização da cadeirinha, vira para frente, no mesmo sentido do veículo, porém atrás do banco do motorista ou passageiro. Evite a
    instalação do dispositivo no meio do banco do traseiro, isso aumenta os riscos de ferimentos para a criança em caso de acidente.
  3. Assento elevado: a partir dos 4 anos a criança já pode usar o assento de elevação para o correto posicionamento do cinto de segurança. É importante que o dispositivo não transpasse o pescoço da criança para evitar ferimentos em caso de acidente.

Confira algumas recomendações para o transporte de crianças

Os pais precisam seguir as orientações que estão descritas no manual de fabricação dos dispositivos de segurança, para fazer a instalação correta desses itens. Na hora de enfrentar o transito cada vez mais caótico das cidades, todo o cuidado é pouco com as crianças. Confira algumas dicas importantes!

  • Acione a trava de segurança para crianças nas portas traseiras do veículo. Proteja as portas para que você não tenha surpresas enquanto estiver dirigindo.
  • Não trafegue as com as janelas abertas e trave os vidros traseiros para evitar que a criança coloque partes do corpo para fora ou jogue objetos pela janela.
  • Use sempre os dispositivos de segurança e nunca circule com crianças no colo.
  • Não transporte crianças no porta-malas ou na caçamba de caminhonetes.
  • Use um dispositivo de segurança para cada criança.
  • Não utilize o cinto de segurança em crianças, obedeça às regras de trânsito.

Que tal? Gostou deste post sobre os cuidados importantes para quem trafega com crianças no colo? As informações são essenciais, não é mesmo? Então que tal aproveitar a visita em nosso blog e compartilhar este post com os seus amigos usando as suas redes sociais! Muitas vezes as pessoas erram por não saber a informação, então não deixe de propagar essa lista de cuidados com as crianças!


Conheça toda a inovação do novo Golf

Golf GTI tem potência elevada para 230 cv

Motor 200 TSI Total Flex passa a 128 cv e vem combinado à

transmissão automática de 6 marchas

Sistema de infotainment ganha tela de 8” em todas as versões

A Volkswagen apresenta novidades para o Golf e sua versão Variant, que passam a contar com mais itens de série, como luzes de uso diurno de LED, sistema de infotainment com tela sensível ao toque de 8 polegadas e App-Connect, câmera traseira para auxílio ao estacionamento e lanternas traseiras de LED.

Com três versões – Comfortline, Highline e GTI –, o Golf passa a contar com transmissão automática de 6 marchas para a versão Comfortline, motor 200 TSI Total Flex (até 128 cv). Com o incremento de potência para o GTI, o motoro entrega 230 cv.

Já o Golf Variant tem versões Comfortline e Highline, ambas com motor 250 TSI Total Flex de 150 cv, combinado à transmissão automática de 6 marchas.

  • Segurança: O alto nível de segurança garantiu ao Golf cinco estrelas na proteção para adultos e crianças nos testes de colisão realizados pelo Latin NCAP.
  • Desenho icônico: para-choques redesenhados e faróis de LED com nova faixa cromada; traseira com nova linguagem e laternas com LED; novas rodas; sensor do Controlador Adaptativo de Distância e Velocidade (ACC) realocado atrás do logotipo Volkswagen.
  • Mais itens de tecnologia: sistema de infotainment Composition Media com tela colorida sensível ao toque de 8 polegadas. O recurso é equipado com o App-Connect, que permite espelhamento de smartphones. O sistema Discover Media, que integra navegador, é item de série para o Golf GTI e oferecido como opcional para as versões Highline.
  • Active Info Display: quadro de instrumentos totalmente digital e programável em uma tela colorida, em que informações de navegação podem ser implementadas em 2D ou 3D. É item de série no Golf GTI.
  • Motor TSI: os motores TSI combinam injeção direta de combustível e turbocompressor, permitindo o downsizing (redução da cilindrada, com excelente desempenho). Todos os motores TSI se destacam por seu baixo consumo de combustível, alta potência (máxima de 116 cv) e elevado torque a partir de baixas rotações. Os números de desempenho e consumo de combustível do Golf Comfortline TSI comprovam as virtudes da tecnologia TSI. O modelo acelera de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 192 km/h, quando abastecido com etanol.
  • Autonomia: com gasolina, percorre 11,4 km/l na cidade e 14,2 km/l na estrada. Com etanol, são 8 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada.

Seguro Auto tem cobertura para alagamento? Depende da apólice!

Leia sua apólice com atenção para saber quando o seguro cobre danos causados por fenômenos da natureza

Começou a época mais chuvosa do ano. Mas o que acontece se, com as tempestates, seu carro ficar preso em uma enchente ou debaixo de uma árvore? Ninguém quer ter essa dor de cabeça, mas é preciso estar preparado! Dependendo da apólice de seguro auto contratada, os danos com veículos nessas situações estão cobertos (veja manual da Susep aqui).

O primeiro passo é optar pela contratação com cobertura total do bem ou cobertura compreensiva, que abrange diversos fenômenos da natureza (chuvas, alagamentos, quedas de raios). Depois, fique atento às regras do contrato, já que a seguradora pode não aceitar ressarcir um motorista que optou por dirigir em uma via alagada.

Consulte nossos corretores para tirar dúvidas sobre a sua apólice vigente e para saber melhor quais são as coberturas disponíveis para o seguro de automóveis!

Whatsapp: (11) 9-5784-3888
Telefone: (11) 4414-1400

Fontes:

 


Gasolina alta? Veja dicas para economizar

A gente reuniu algumas dicas para quem quer economizar combustível e sofrer menos com a alta da gasolina:

Manutenção periódica e calibragem correta dos pneus ajudam a economizar gasolina

  1. Cuide de seu carro: faça a manutenção preventiva do veículo, conforme indicado no manual do proprietário. E faça a substituição dos filtros de ar e de combustível. Em geral, as revisões deve ser feita a cada seis meses ou dez mil quilômetros, o que acontecer primeiro.
  2. Calibre os pneus: pneus com pressão mais baixa que a ideal podem aumentar o consumo de 1% a 3%. Siga a recomendação do manual para cada ocupação e carga do veículo.
  3. Uso do ar-condicionado: ligar o aumenta o gasto de combustível nas cidades. Porém, na estrada, andar com os vidros abertos a mais de 80 km/h interfere na aerodinâmica do carro. Isso vai fazer que gaste mais com os vidros abertos do que se estivesse com o ar ligado.
  4. Use a marcha adequada: dirija o carro de maneira suave, perceba o momento certo de trocar de marcha e acelere suavemente fazendo a troca de maneira progressiva. Evite freadas ou aceleradas bruscas.
  5. Na partida: entre em movimento de maneira gradativa, sem arranque exagerado. No momento da primeira marcha, o consumo é alto, por isso não force a aceleração.
  6. Qualidade do combustível: abasteça sempre em postos com bandeira reconhecida. Na dúvida, peça para fazer o teste na gasolina antes de abastecer para garantir que o combustível não está adulterado.
  7. Carro não é depósito: elimine cargas desnecessárias e mantenha dentro do carro apenas aquilo de que precisa.
  8. Deslique o motor: filas e grandes paradas, opte sempre por desligar o veículo.
  9. Carro na ‘banguela’!? Jamais: manter o pé na embreagem, além de perigoso, aumenta a carga do motor, e aumenta o gasto de de combustível. Ao descer engatado, o sistema entende a desaceleração e aciona o modo ‘cut off’, ou seja, irá cessar os comandos para os bicos injetores, cortando o envio de combustível para o motor, enquanto que se estiver na “banguela” o sistema de injeção continuará injetando combustível para manter o motor ligado.
  10. Na hora de abastecer, nada de sol a pino: prefira abastecer nas horas mais ‘frescas do dia. Como qualquer outro líquido ou sólido, a gasolina e o etanol sofrem alteração de volume como efeito da mudança de temperatura.

E mais: conheça o motor TSI.

Disponível em mais da metade do portfólio da Volkswagen no Brasil, do up! ao Passat, a tecnologia TSI permite motores compactos, de alta potência e que consomem menos combustível – o chamado downsizing. Entre os modelos equipados com motores com injeção direta de combustível e turbocompressor participantes do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), os Volkswagen estão entre os melhores em consumo energético (MJ/km).

Fontes: 


A picape média mais potente do Brasil

Amarok V6 chega em fevereiro

Faça a reserva de sua picape Amarok V6 no prevendaamarokv6.vw.com.br

A Amarok V6 Highline chega em fevereiro como a picape mais potente do país, além de contar com os melhores recursos de segurança, inovação e conectividade. A novidade está em programa de pré-venda, com lote de 450 unidades e preço de R$ 187.710. As reservas podem ser feitas no prevendaamarokv6.vw.com.br.

Com o motor 3.0 V6 TDI (turbodiesel) de 225 cv, a Amarok V6 Highline tem configuração de carroceria cabine dupla e extensa lista de itens de série, como faróis bixenônio com luzes de uso diurno de LEDs, sistema de auxílio ao estacionamento com câmera de ré, sistema de freios pós-colisão e os mais modernos recursos de infotainment do mercado.

Maior potência e torque do segmento
De última geração, o novo motor tem 3 litros de cilindrada e combina tecnologia de injeção direta common-rail de combustível e turbocompressor de geometria variável. Esse motor possui acionamento dos comandos por correntes, que não requerem manutenção, e circuitos separados de arrefecimento para o cabeçote e o bloco, o que permite melhor gerenciamento da temperatura de funcionamento. Veja outros destaques:

  • Potência é de 225 cv
  • Torque de 550 Nm (56,1 kgfm)
  • Acelera de 0 a 100 km/h em 8 segundos
  • Câmbio automático de 8 marchas, com nova versão da transmissão utilizada atualmente nas demais versões da picape
  • Sistema de tração permanente nas quatro rodas 4MOTION
  • Sistema ABS off-road, que auxilia na frenagem sobre piso solto
  • Freios a disco nas quatro rodas com “” (sistema de frenagem automática pós-colisão), itens exclusivos na categoria
  • Recursos de auxílio ao motorista de série: Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), HDC (Controle Automático de Descida) e HSA (Assistente para Partida em Subida), BAS (Sistema de Assistência à Frenagem), ASR (Controle de Tração) e EDS (Bloqueio Eletrônico do Diferencial)
  • Sistema de infotainment “Discover Media”, com tela colorida sensível “touchscreen”.  O “Discover Media” realiza a interface com o sistema de assistência de estacionamento ‘Park Pilot’, que mostra a aproximação de obstáculos na dianteira em manobras de estacionamento e a imagem da câmera traseira de estacionamento
  • É possível parear via Bluetooth dois celulares simultaneamente e operar telefone e áudio (streaming).

 


Consórcio: conheça opção para trocar de carro

Consórcio é uma forma de adquirir um carro com contribuições mensais dentro de um período de tempo. Todos os meses, a administradora, como o Banco Volkswagen, contempla parte participantes por sorteio ou lance. Entre as vantagens dessa opção de compra, estão: menor burocracia e custo -não há cobrança de juros.

Confira as opções do Consórcio Nacional Volkswagen! E fale conosco por Whatsapp: (11) 95784-3888.

Conheça opções de consórcio

Conheça opções de consórcio

Conheça opções de consórcio

 

Saiba mais sobre consórcio aqui.


Dicas para pegar a estrada no feriado!

Quem vai viajar de carro durante o feriado precisar tomar alguns cuidados antes de sair de casa e durante o percurso. Veja aqui algumas dicas essenciais:

“Read More”

Saiba quando fazer a revisão do seu VW

A revisão do carro deve ser feita a cada 10.000 km ou 12 meses, o que acontecer primeiro

Se você comprou um Volkswagen, precisa ficar atento aos novos planos de manutenção. Os prazos para a revisão periódica passam a ser de 10.000 quilômetros ou 12 meses, o que ocorrer primeiro.

A mudança no plano de manutenção atende à expectativa de nossos clientes, trazendo mais conforto e comodidade ao longo da vida útil do veículo.

Até os 60.000 quilômetros (seis serviços), na 1º, 3º e 5º revisões, 18 itens são verificados no veículo. A 2º, 4º e 6º manutenções incluem outros 12 itens. Além disso, em todas as revisões, é realizada a troca de óleo do motor e eventuais serviços complementares, como trocas de filtros, fluidos ou correias, dependendo da quilometragem.

Agora você deve fazer a revisão do carro a cada 10 mil quilômetros ou 12 meses

Agora você deve fazer a revisão do carro a cada 10 mil quilômetros ou 12 meses

  • O plano é válido para os seguintes modelos nacionais: up!, Novo Gol, Novo Voyage, Nova Saveiro, Fox, CrossFox, SpaceFox, Space Cross, Golf e Jetta.
  • E para os modelos importados: Golf Variant, Fusca, Tiguan, Novo Passat, CC e Touareg.

 

E se liga: o modelo Amarok, equipado com a motorização turbodiesel, o novo plano de manutenção estará vigente a partir do lançamento da linha 2017.

É possível agendar a manutenção por Whatsapp: (11) 95784-3909

Garantia

Todos os modelos Volkswagen contam com garantia total de 3 anos, sem limite de quilometragem (para a Amarok há limite de 100.000 km). Para isso, é necessário cumprir o Plano de Manutenção do veículo, conforme as disposições do livreto de Manutenção e Garantia e do Manual do Proprietário.

Saiba mais sobre a Garantia de 3 anos:  http://www.vw.com.br/pt/servicos/garantia_de_3_anos.html

 


Como calibrar o pneu do meu carro?

 

A calibragem correta evita acidentes e ajuda a economizar combustível

A calibragem correta evita acidentes e ajuda a economizar combustível

Manter os pneus calibrados corretamente é fundamental para garantir a segurança de motoristas e passgeiros, além disso aumenta a vida útil do produto e ajuda a economizar combustível. Para reduzir os riscos de problemas, o ideal é fazer a calibragem uma vez por semana ou a cada 15 dias, no máximo, com os pneus frios.

 

Os valores de calibração variam de modelo para modelo, e também em função da carga aplicada ao veículo. Nos carros da Volkswagen, as indicações corretas estão indicadas na parte interna da tampa do tanque de combustível e no manual de instruções.

 

 

 

 

Saiba mais sobre a calibragem do pneu: https://globoplay.globo.com/v/5009585/.

Se precisar da segunda via do Manual do seu Volkswagen, acesso o link: http://www.vw.com.br/pt/servicos/manuais.html.